Olá, Poderosas!

Eu já postei algumas dicas de relacionamento em posts anteriores e, continuando com este tema, hoje vamos falar de mais outras dicas de relacionamento.

Bom, em posts anteriores, falei da mulher boazinha e da mulher poderosa, lembram? A boazinha é aquela que coloca o homem a ser conquistado, ou mesmo o seu parceiro, em primeiro lugar e esquece-se de se preocupar com ela mesma, chegando ao ponto de se anular como pessoa. Bom, a poderosa, ao contrário, preocupa-se com o parceiro, demonstra isso, mas coloca-se em primeiro lugar e valoriza-se, acima de tudo. E ela sabe de suas qualidades e defeitos e sabe trabalhar os dois de forma positiva e a seu favor.

Bom, pra começar, nós, mulheres, precisamos entender que os homens amam a excitação da conquista e além de tudo, são extremamente competitivos. Aquele jogo de gato e rato que as mulheres detestam, os homens amam. Afinal de contas, homens são diferentes de mulheres. Normalmente, a mulher caminha em direção ao destino: um compromisso e o homem acha mais divertido o percurso para chegar ao destino.

Então, baseado no que está falado acima, a mulher poderosa entende que quando um homem deseja algo, ele vai à luta e é mais atraente para ele ter que correr atrás do objetivo.

Já a mulher boazinha não entende esse processo e joga um balde de água fria no homem, deixando as coisas muito mais fáceis para ele. Bom, o resultado é que o homem tende a ficar entediado com esta situação, pois ele está tendo algo que não exigiu dele grande investimento. Não se esqueçam: o que sai de graça não é valorizado. (Fica a dica).

Por mais que você seja casada ou esteja em um relacionamento sério, a mulher poderosa nunca deixa o amado saber que a conquistou totalmente. Ela faz com que ele se sinta desafiado. Mesmo num relacionamento sólido essa sensação de desafio contribui para o crescimento de cada um na relação a dois.

Dicas:

Ele diz que vai telefonar numa determinada hora e só liga quatro horas depois

A mulher boazinha grita e demonstra uma preocupação enorme quando ele liga, mas a poderosa não demonstra preocupação nenhuma, não deixa transparecer sua aflição e poderá até não atender quando ele ligar.

Ele está muito atrasado para o encontro e a deixa esperando

A mulher boazinha liga várias vezes para ele e ainda briga com ele argumentando que ele deveria dar mais valor para ela. Mas fica esperando… A poderosa espera meia hora, se ele não chegar, ela vai fazer outra coisa.

Ele telefona e espera que você esteja em casa

A boazinha liga para ele avisando que terá que sair e onde estará e a que horas voltará, caso ela tenha que sair. Já a poderosa, deixa o celular ligado para ele  poder encontrá-la. Mas, a poderosa deixa ele imaginando onde ela está. Ela nem sempre diz onde está e ainda deixa ele na dúvida se conseguirá encontrá-la.

Então, vamos ao teste:

Você é uma mulher boazinha?

Você diz frequentemente a seu parceiro que deseja ser tratada com respeito?

Você sente-se culpada quando diz não a seu parceiro?

Você costuma sentir que deseja mais atenção ou segurança por parte dele?

Você se considera mais apaixonada e carinhosa do que ele?

Você costuma sentir uma sensação de vazio depois de estar com ele?

Você costuma ter que negociar para obter o que deseja ou precisa?

Você perde horas de sono ou abre mão de seus interesses pessoais para satisfazer as vontades dele?

Você vai encontrá-lo assim que ele chama ou quando é conveniente para ele?

Você é a primeira a telefonar ou se desculpar depois de uma briga?

Você acha que sempre precisa repetir o que disse a ele, como se ele não desse muita atenção ao que você diz?

Bom, minha amiga poderosa, se você respondeu “Sim” a mais de cinco perguntas, é porque “está dando mais do que recebe”!

Dica Poderosa:

Tente equilibrar a carreira, o lazer, tempo com família e amigos. A mulher boazinha, numa relação, coloca seu amado sempre em primeiro lugar e desequilibra esta balança para o lado dele.

Até que ponto você está disposta a abrir mão de você mesma por esta relação? Fique atenta desde o começo do relacionamento, pois se você ceder com frequência para agradar o outro, vai acabar estabelecendo um padrão onde a vontade do outro predomina.

Não se trata de uma queda de braço, mas sim de uma serena afirmação de sua vontade e só ceder quando sentir que não está abrindo mão de alguma coisa importante para você.

Então é isso, Poderosas, espero que tenham gostado das dicas! Não se esqueçam de deixar os comentários!

Beijos!

Deixe um comentário!