Olá, Poderosas!

Como eu já lhes falei, estou com uma bebê de sete meses! É muita alegria! Até por que minha filha foi muito planejada e esperada. Eu e meu marido ficamos um bom tempo tentando e eu não conseguia engravidar. Quando consegui engravidar, perdi minha bebê com quatro meses e meio de gestação. Foi muito triste…

Bom, mas agora já passou e eu consegui engravidar da Giovana meses depois de ter perdido minha outra bebê.

Mas, o que eu quero lhes falar é sobre as dicas que vocês devem seguir antes de seu bebê nascer.

Eu já li muitos posts sobre essas dicas e temos nossos amigos e parentes que também nos dão muitas dicas e palpites, né?

Mas, acho que não custa lembrar um pouquinho de algumas dicas que agora, depois de sete meses do nascimento da Giovana, acho que vão valer muito a pena para vocês que estão grávidas ou para as que estão tentando ou planejam ficar.

Então, vamos lá:

  1. Durma, durma e durma, porque depois que seu bebê nascer, principalmente no primeiro mês de vida, isso vai ser bem difícil! Os horários do bebê não estarão adaptados aos seus e o bebê mama muitas vezes e nas madrugadas também.  Eu me recordo do meu primeiro filho (quando ele não acordou mais de madrugada para mamar eu nem acreditei). Ele já tinha um ano e um mês! Mas cada bebê é diferente do outro, então, não se assuste! E, por mais cansada que você esteja, você vai sentir um enorme prazer em acordar para cuidar de seu filho.
  2. Saia com as amigas ou amigos do casal, vá ao cinema, viaje (se o médico autorizar e se tiver num tempo de gestação possível), passeie bastante, porque depois que o bebê nascer, toda a sua programação vai ser baseada nele! Quantas vezes você vai deixar de sair porque está frio para o bebê ou porque ele dorme em tal horário e fica difícil, etc.
  3. Organize seus armários, dê uma boa faxina em casa, arrume tudo o que puder, pois depois que ele nascer, vai ficar difícil organizar tudo por um bom tempo. E, se você gostar de tudo organizadinho como eu, vai ficar se cobrando para arrumar isso ou aquilo e vai se sentir muito frustrada por não conseguir fazer tudo o que deseja.
  4. Faça unhas, arrume cabelo, depile-se, vá ao dentista, faça tudo o que for necessário para sua beleza, principalmente, quando estiver chegando a hora do nascimento. Pode ser que não dê tempo de fazer depois, pois o bebê pode se adiantar.
  5. Deixe as roupinhas do bebê já lavadas e organizadas nos armários (guarde tudo por tamanho, pois ficará mais fácil para você se organizar no seu dia a dia).
  6. Faça sua mala da maternidade e a do bebê com antecedência. Com relação à mala do bebê, coloque as roupinhas que ele vai usar em sacolinhas separadas (eu já coloquei: body, macacão, meias, sapatinhos e luvas dentro de cada sacolinha), pois assim ficará mais fácil na hora de entregar para a enfermeira dar o banho no bebê.
  7. Tire foto, tire foto e mais foto. Não ache que é demais, acompanhe o crescimento de sua barriga, pois quando o bebê nascer, você vai sentir muita falta dela! E até mesmo para registrar sua história e de sua família.
  8. Se tiver filho mais velho, com certeza ele vai ficar com muitos ciúmes, por mais que não demonstre! Afinal, vai chegar alguém para ocupar o lugar dele (é assim que eles pensam)! Então, aproveite seu filho o máximo que puder. Passeie com ele, brinque com ele, assistam filme juntos, façam refeições juntos… Mas, o mais importante: demonstre o tamanho de seu amor por ele. Sempre deixe bem claro que você o ama muito e a chegada de um novo membro na casa, apesar de mudar a rotina de todos, não vai mudar nunca o que você sente por ele. Eu costumo dizer muito ao meu filho: você está vendo como a mamãe cuidava de você? Para ele lembrar que já foi bebê também e que já passou por tudo aquilo que sua irmã está passando. Porque seu filho mais velho, com certeza, vai reclamar ou mesmo sentir em silêncio que você está dando mais atenção ao membro que acabou de chegar. Eu também peço para ele me ajudar nas tarefas com sua irmã, para ele se sentir útil e entender o motivo de eu estar dando mais atenção à ela do que a ele (apesar de fazermos sem perceber, fazemos, por mais que não queiramos).
  9. Se tiver que se preocupar com a arrumação da casa, se quiser aprender uma receita nova ou mesmo cozinhar para agradar o maridão, faça tudo antes do bebê nascer! Depois que ele nascer, vai ficar difícil preocupar-se demais com a casa e ter tempo de cozinhar. E quer outro conselho? Relaxe, diminua seu nível de preocupação com a bagunça depois que ele nascer, porque senão você vai ficar estressada por não conseguir fazer tudo o que deseja.
  10. Namore bastante, enquanto der… Porque depois…vai demorar um tempo até que a intimidade do casal volte ao normal. E, quando você já estiver fora do resguardo, liberada pelo seu médico, pode acreditar: você não vai ter vontade de fazer nada! Você, possivelmente, vai estar exausta! Mas calma, tudo vai chegando no lugar com um certo tempinho!
  11. Só mais uma coisa: se sua gravidez for de alto risco (como a minha foi) e se você tiver que fazer alguma dieta (tipo não comer doces, como eu, por causa do diabetes), faça. Por mais que seja difícil resistir à um docinho ou outro alimento que não lhe seja permitido comer, resista. É lógico que existem exceções, mas não faça disso uma regra! Eu sei o quanto é difícil resistir e tem dias que a gente não dá conta mesmo e come aquilo que não pode. Mas tente seguir a dieta certinha, pois quando o bebê nascer, você vai se sentir vitoriosa por não ter acontecido nada com o bebê, mas se o bebê nascer com problemas porque você é diabética ou teve diabetes gestacional e não seguiu os conselhos médicos, você vai se sentir culpada.
  12. Hidrate bastante sua barriga! Além dos cremes hidratantes próprios para grávidas, passe óleo de amêndoas ou outro que tiver. Eu sempre faço um mix de óleos e passo todos os dias (compro vários e misturo num outro vidro). É muito importante hidratar sua barriga todos os dias. Eu tentava hidratar pelo menos duas vezes ao dia. Isso vai prevenir estrias. E previne mesmo!
  13. Não se esqueça de ir comprando, na medida do possível, roupas que sejam fáceis para amamentar. Quando você estiver amamentando, não vai ser fácil usar aqueles vestidos que usava antes do bebê por algum tempo, pois alguns modelos são terríveis para amamentar.
  14. Prepare-se para a amamentação. Eu acho lindo amamentar! Eu amamento minha filha e amamentei meu outro filho até mais de um ano (só não foi por mais tempo, porque ele mesmo não quis mais), mas no começo não é fácil. É lógico que varia de pessoa para pessoa, mas no começo é um sufoco, pois os bicos dos seios racham, eles sangram , você vai sentir um pouco de dor quando o leite descer e pode ser que eles pedrem também… Mas, com paciência, tudo chega ao seu lugar e logo você vai sentir o quanto é maravilhoso amamentar. Eu acho divino! E a carinha de felicidade e satisfação que minha bebê demonstra quando sabe que vou amamentá-la, não tem preço!
  15. E por último, curta muito sua gravidez! É um momento lindo e mágico e que passa rápido. Depois, por mais que você esteja com seu amado bebê em seus braços, vai ter dias em que vai sentir saudades de sua barriga, de carregar um bebê dentro de você, desta conexão mágica que existe com a mãe e o bebê durante a gravidez e que só a gente que já sentiu cada chute ou soluço dentro da barriga sabe o que é.

DSC_1154

Então, é isso Poderosas! Curtam esse momento mágico e especial, curtam o momento do parto e aproveitem cada segundo ao lado de seus filhos. Cada momento no crescimento de seus filhos vai ser diferente do outro, mas todos, com certeza, serão muito especiais.

Beijos, fiquem com Deus!

 

 

Comentários

  1. Gisele Caetano Responder

    Simplesmente amei as dicas, estou na fase dos enjoos ainda mas amo cada dia que passa e vejo que a barriguinha já está crescendo… Adorei!!!! Beijos e sucesso

Deixe um comentário!